Tamanho da letra
Normal Médio Grande
Facebook Partilhar e divulgar
Enviar por email
Imprimir Página
Início > Notícias > Concentração em frente ao Hospital de São João (Porto) - 22 de Novembro

04_noticias_cor

Face aos problemas que têm surgido no Hospital de São João (Porto) no que respeita à dispensa de todas as marcas e dosagens de interferões comercializados no mercado nacional, as três associações de portadores de esclerose múltipla existentes em Portugal, a ANEM, a SPEM e a TEM, farão um encontro em frente daquela unidade de saúde no dia 22 de Novembro, quinta-feira, pelas 10 horas, para reivindicar o “melhor tratamento disponível para os doentes”.

 

 

Relembramos que o Hospital de São João não disponibiliza toda a medicação existente para o tratamento da Esclerose Múltipla (EM), e isto constitui uma violação do direito de acesso universal e equitativo aos cuidados de saúde.

 

Os medicamentos e os perfis das medicações são distintos, e cada doente constitui um caso específico. O médico, ao definir qual o fármaco que determinado doente deve utilizar no tratamento, está a receitar-lhe, com base na sua experiência profissional, o medicamento mais adequado ao seu perfil clínico.

 

Hoje, o Hospital de São João não disponibiliza o Rebif® 22 nem o Rebif® 44. Amanhã poderá ser outro medicamento. Hoje é o Hospital de São João, amanhã pode ser outro hospital. Os doentes dos hospitais de São Marcos (Braga), de Santo André (Leiria) e de Santa Maria (Lisboa) já se depararam com problemas idênticos e conseguiram inverter a situação.

 

É necessário estarmos TODOS na concentração (doentes, familiares, amigos, vizinhos,…). Este encontro só terá impacto se houver uma mobilização massiva das pessoas directamente interessadas e de todos aqueles que com elas convivem e que, de uma ou outra forma, sofrem também as consequências desta terrível doença. Faça e seja a diferença: esteja presente e partilhe esta informação.

Designed by Exadorma
Alojamento gentilmente cedido por PHNEUTRO